Debian Stretch – 3 formas de instalar o Telegram

1
2152

O Telegram é um aplicativo de mensagens com foco na velocidade, segurança e  o melhor, é gratuito. É possível usar o Telegram em todos os dispositivos ao mesmo tempo, pois todas as mensagens são sincronizadas na nuvem. Envie mensagens, fotos, vídeos e arquivos (doc, zip, mp3, etc), crie grupos para até 100.000 pessoas ou canais para transmissão a um público ilimitado e encontrar outras pessoas pelo nome de usuário. Acima de tudo sua criptogria dá suporte a chamadas de voz, fazendo o Telegram um grande aliado para segurança de seus dados.

Como o Telegram é diferente do WhatsApp?

A principal vantagem do Telegram é que ele foi desenvolvido para armazenar seus dados totalmente na nuvem e sincronizada. Ao contrário do WhatsApp, o Telegram é um mensageiro baseado em nuvem com sincronização contínua. Outras vantagens é que sempre será gratuito, sem taxas e livre de anúncios.
Grupos no Telegram são mais agradáveis, mais robustos, sendo possível criar Bots para realizar o trabalho básico, bloqueando spam e penalizando usuários. É organizado e contém um excelente filtro de busca de mensagens em grupos.
Há inúmeros recursos, e uma delas são os stickers, são tantos disponíveis, além de tudo tem vários temas diferentes. Outra coisa interessante, é que você não precisa estar com seu celular, tablet ligado para funcionar no desktop. Tudo é sincronizado na nuvem.

Antes de instalar o Telegram

Há diversas formas de instalar o Telegram no Debian Stretch de forma segura. Primeiramente atualize seu sistema antes de prosseguir. Para atualizar copie e cole o comando abaixo:
sudo apt updatee && sudo apt full-upgrade

Instalar de 3 formas diferentes. Escolha uma.

Não existe um único método correto de instalarr, existem médotos diferentes. Depende do usuário e uns gostam de instalar apenas pelo repositório, outros preferem instalar pelo flatpak por exemplo.  Aqui é abordado 3 formas, então escolha uma.

Primeiro – Instalando pelo repositório Backports

É recomendado instalar pelo repositório backports porque o aplicativo é mais atualizado. No entanto, nada impede de instalar pelo repositório padrão. Em resumo, precisamos editar o arquivo sources.list e adicionar o repositório backports. Se já adicionou pule essa etapa.
sudo nano /etc/apt/sources.list

Copie e cole o repositório abaixo.

# Backports
deb http://ftp.debian.org/debian stretch-backports main contrib non-free

Não esqueça de salvar e fechar o arquivo. Para salvar pressione CTRL + O e feche com CTRL + X.

Atualize a lista de pacotes do repositório e instale o Telegram.
sudo apt update
sudo apt -t stretch-backports install telegram-desktop

Pronto, se quiser remover.
sudo apt remove --purge telegram-desktop

Segundo – Instalando pelo Flatpak

O Flatpak é utilizado por padrão em algumas distros. Devido a sua popularidade e praticidade, possui inúmeros pacotes disponiveis assim como o Gimp, Inkscape, Vlc e outros. Para saber mais consulte o artigo do cucadigital, abrangendo a instalação, principais comandos, configuração e instalação dos aplicativos inclusive do Telegram. Consulte o artigo para saber mais.

Conforme foi indicado acima é recomendado instalar o pacote flatpak pelo repositório backports. Vou fazer novamente para não gerar dúvidas em usuários que estão iniciando agora. Se não seguiu a etapa anterior e não possui o repositório backports, siga as etapas. Edite o sources.list com o comando abaixo:
sudo nano /etc/apt/sources.list

Copie e cole o repositório abaixo.

# Backports
deb http://ftp.debian.org/debian stretch-backports main contrib non-free

Não esqueça de salvar e fechar o arquivo. Para salvar pressione CTRL + O e feche com CTRL + X.

Instale o pacote flatpak.
sudo apt update
sudo apt -t stretch-backports install flatpak

Instale o repositório do flathub
flatpak remote-add --if-not-exists flathub https://flathub.org/repo/flathub.flatpakrepo

Agora instale o Telegram.
flatpak install flathub org.telegram.desktop

Deseja remover? É simples.
flatpak uninstall org.telegram.desktop

Atenção:
Nos dois métodos acima não é de extrema importância adicionar o repositório backports. Apenas reafirmando que os pacotes são mais recentes. Nos dois métodos é possivel instalar o telegram-desktop pelo apt sem repositórios adicionais, ou até mesmo instalar o pacote flatpak. A vantagem do backports é por ser um repositório mais seguro para proporcionar pacotes mais recentes.

Apenas para conhecimento:

Instale o pacote telegram-desktop pelo apt sem adicionar repositório.
sudo apt install telegram-desktop

Instale o pacote flatpak sem adicionar repositório adicional.
sudo apt install flatpak

Terceiro – Instalando pelos arquivos compactados

Baixe e extraia os arquivos compactados diretamente do site oficial do Telegram. Vamos por etapas ok? Acesse a pasta Downloads pois os arquivos serão baixados lá. Depois escolha um dos downloas 32 ou 64 bits, de acordo com sua arquitetura do Debian. Se baixou o Debian 64 bits então baixe o Telegram 64 bits ok?

Abra o terminal e acesse o diretório Downloads.
cd ~/Downloads

Agora baixe o Telegram. Escolha de acordo com a arquitetura do Debian.

Telegram 64 bits
wget https://telegram.org/dl/desktop/linux

Telegram 32 bits
wget https://telegram.org/dl/desktop/linux32

As próximas etapas a seguir devem ser seguidas exatamente iguais. Copie e cole os comandos abaixo na ordem.
sudo tar -xJvf linux* -C /opt/
wget http://bit.ly/telegram-icone -P /opt/Telegram/

O arquivo baixado não serve mais pra nós. Exclua-o.
rm linux*

Criando link simbólico.
sudo ln -s "/opt/Telegram/Telegram" /usr/local/bin/telegram

Criando o atalho. Será usado o editor nano, e o arquivo estará vazio. Após isso siga para outra etapa.
sudo nano /usr/share/applications/telegram.desktop

Copie e cole o conteúdo abaixo.

[Desktop Entry]
Encoding=UTF-8
Name=Telegram
Exec=/opt/Telegram/Telegram
Icon=/opt/Telegram/telegram-icone
Type=Application
Categories=Application;Network;

Para salvar pressione CTRL + O e para sair pressione CTRL + X.
Dê permissão de execução:
sudo chmod +x /usr/share/applications/telegram.desktop

Pronto, está feito.
Abra o aplicativo pelo terminal digitando apenas telegram.
Ou crie um atalho na área de trabalho.
cp /usr/share/applications/telegram.desktop ~/Área\ de\ trabalho/

Desinstalando o Telegram
Exclua todos os diretórios e atalhos criados. Não tem segredo
sudo rm -r /opt/Telegram
sudo rm /usr/local/bin/telegram
sudo rm /usr/share/applications/telegram.desktop

Pronto, finalizo aqui esse artigo. Compartilhe conosco a sua experiência. Use Telegram e divulgue aos seus parentes e amigos.

Inscreva-se
Exibir
guest
1 Comentário
Novos
Antigos mais votados
Inline Feedbacks
Exibir todos os comentários
Eliezer Moraes
Eliezer Moraes
07/06/2019 7:54 PM

Show de bola o site, parabéns muito contribuiu para o meu conhecimento