Debian – Comandos apt – Part 1

0
2237

O apt ou apt-get é um gerenciador de pacotes, responsável por instalar programas, atualizar o sistema e resolver dependências. A apt possui um banco de dados próprio para saber quais pacotes estão ou não instalados, fazendo buscas de pacotes, facilitando a instalação e resolvendo dependências.

Atualização 

Séra os primeiros comandos a utilizar. Use com moderação:
Ao executar o comando apt update, ele atualiza o banco de dados dos pacotes.
$ sudo apt update

O comando upgrade atualiza todos os pacotes do seu Debian. Adicione também -y no fim do comando, assim atualiza os pacotes sem nenhuma mensagem de confirmação. É recomendado executar os comandos apt update e apt upgrade semanalmente, para uso pessoal.
$ sudo apt upgrade

ou
$ sudo apt upgrade -y

Existe outra forma de ser executado o comando upgrade. Quando necessita atualizar apenas aquele programa ou pacote especifico, execute:
$ sudo apt upgrade nome-do-pacote

Diferente do upgrade, esse comando atualiza todo o sistema, baixando novos pacotes e removendo (pacotes, bibliotecas, se necessário), e atualizando para a versão atual da Distribuição. Não é recomendado utilizar com frequência.
$ sudo apt full-upgrade

Instalar pacotes

Vamos aprender a instalar e reinstalar pacotes. Não é nada complicado:
Um comando simples para instalar um determinado programa. Nâo há segredos, sendo possível instalar vários pacotes de uma vez.
$ sudo apt install nome-do-pacote1 nome-do-pacote2

Muitos usuários fazem uso dorespositório hibrido, que é adicionado dentro do sources.list. É muito comum usuários de Debian voltados para desktop, usarem repositórios testing, unstable ou experimental. E uma forma de ter algum programa mais atualizado de forma segura é instalar dessa forma, como no exemplo abaixo, que por sua vez possui o repositório  unstable:
$ sudo apt install nome-do-pacote/distribuição

Um simples exemplo abaixo:
$ sudo apt install flashplugin-nonfree/unstable

Talvez seja necessário reinstalar um pacote quebrado, por mal funcionamento depois de alguma modificação, ou atualização. Então não será necessário em alguns casos remover e instalar de novo. Uma reinstalação na maioria das vezes é o suficiente
$ sudo apt --reinstall install nome-do-pacote

Remover pacotes

Remover pacotes é tão fácil quanto instalar. Fique atento nas diferenças:

O apt é muito fácil utilizar. Em pouco tempo se acostuma com os comandos e termos. No entanto o comando apt remove apenas desinstala os pacotes. Ainda os arquivos de configuração permanecem.
$ sudo apt remove nome-do-pacote

Digamos que essa é uma desinstalação completa. O comando remove os pacotes e os arquivos de configuração. Se não for mais utilizar determinado programa, ou pacote, pode executar o comando:
$ sudo apt purge nome-do-pacote

Limpeza

Quanto mais enxuto o sistema, melhor. Então vamos lá:

Esse comando limpa o diretório /var/cache/apt/archives/.
Nesse diretório, fica uma cópia dos .deb baixados, e se houver atualizações frequentes, este diretório pode rapidamente ocupado várias versões dos mesmos pacotes, além de inflar o diretório com arquivos desnecessários.
$ sudo apt clean

O autoclean apenas remove os pacotes que não podem ser mais baixados nos repositórios do Debian e são inúteis.
$ sudo apt autoclean

Ao remover um pacote, como por exemplo o pidgin, fica alguns pacotes ou bibliotecas, que são dependências desse app. Esses pacotes são instalados automaticamente e não são mais necessários. O mesmo pode ocorrer após uma atualização do sistema, então fique atento.
$ sudo apt autoremove

Apt-(search, show, depends)

Muito necessário fazer pesquisas, verificar depências de pacotes.
O apt search faz uma busca pelos pacotes com base na sua palavra chave. É muito útil quando não sabe com precisão o nome do pacote a ser instalado e a versão disponível.
$ apt  search palavra-chave

Após saber o nome do pacote utilizando o search , o apt show mostra uma descrição do pacote e suas dependências. As informações apresentadas são bem completas.
$ apt show nome-do-pacote

Quando houver necessidade apenas de verificar as dependências e conflitos de um determinado pacote, execute esse comando.
$ apt depends nome-do-pacote

# Até a próxima, pois será abordados mais termos sobre o APT. Espero que tenham gostado. Para sugestões, façam comentários para sempre melhorar, desde que a crítica seja construtiva.


Clique aqui para continuar na parte 2.

Referência: Debian Handbook | Debian Faq

Inscreva-se
Exibir
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Exibir todos os comentários